quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Cães imitam donos

A convivência com o dono faz cachorros e aves terem comportamento humano

Se o dono é gordinho, eles acabam ficando fofinhos também. Aprendem a comer nos mesmos horários e são capazes de adquirir traços da personalidade de seus melhores amigos, como ser agitado ou calmo. Quando cães e aves chegam aos lares bem pequenos, as chances de copiarem os donos se torna ainda maior.
A estudante Emanuela da Silva Rufino, 25 anos, e a Malhada estão juntas desde um mês de nascimento da cachorrinha, que aprendeu a ser atrapalhada como a dona. "Eu caí da escada, ela caiu também. À noite, eu ronco e durmo com a boca aberta ela faz igual, deitada no travesseiro, assim como eu (risos)", diz.
Para a veterinária Mônica de Alvarenga, os animais copiam algumas atitudes das pessoas. "Imprintar é a palavra. Quando eles são retirados cedo do convívio familiar, vão se adaptar àquela pessoa que passa a ser a líder e a protetora dele".
Doença se repete
Segundo a veterinária, repetir as atitudes dos donos acontece com várias espécies, principalmente de mamíferos. Ela explica que um cachorro novinho vai fazer tudo que ele observar o dono fazer. Ele adquire atitudes humanizadas e pode até perder os instintos naturais.
Mônica diz ainda que o cachorro realmente parece que adquire a mesma maneira de ver a vida dos donos e até repetem as doenças. "Tenho quase 20 anos de clínica e canso de ver cachorros com o mesmo problema de saúde do proprietário. Não conheço explicação científica para isso, mas percebo sempre".
Já com gatos a situação é diferente. Eles copiam muito menos. Apesar de serem seres sociais e também procurarem se posicionar no grupo, o gato tem um comportamento mais individual, ele não imita o dono.
No caso das aves que são tratadas para voltar à natureza, a veterinária conta que é necessário ter muito cuidado para que elas não adquiram as atitudes dos tratadores. "Só de olhar alguém comer, ela imita o comportamento. Por conta disso, alguns tratadores usam fantoches para alimentá-las".
No filme "Como Cães e Gatos", os animais agem como se fossem humanos, no entanto, a veterinária afirma que os bichos podem copiar, mas as motivações e emoções são diferentes das dos homens. Nos animais são estímulos. O dono leva o seu animal a ter atitudes e também adquire os hábitos dos animais.
"Um cachorro novinho vai fazer tudo que ele observar o dono fazer. Ele realmente adquire atitudes humanizadas e pode perder instintos naturais. Alguns animais de canil não conseguem acasalar sozinhos e precisam da ajuda de tratadores"

Por: Gazeta Online