quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Código de Ética da Globo é atropelado no JN

Na chamada das 17hs00 do Jornal Nacional, Fátima Bernardes anunciou que uma das prisões da Polícia Federal – na operação sobre o Ministério do Turismo – seria de Clarice Coppeti. Clarice foi vice-presidente de TI da Caixa Econômica Federal. Saiu, está de quarentena, preparava uma palestra na UnB quando foi alcançada por telefonemas desesperados de seus familiares. É tida na CEF como pessoa corretíssima e, mais: jamais trabalhou em qualquer área ou projeto relacionado com o Ministério do Turismo. A notícia foi dada sem que os nomes fossem conferidos e os acusados ouvidos.

PS – O Jornal Nacional abriu a matéria pedindo desculpas para a vítima – que está arrebentada, chorando, a mãe velhinha em pânico em Porto Alegre.

Por:Correio do Brasil