segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Os Marinho sócios de Kadafi

Em primeira mão no blog Os Amigos do Presidente Lula em 12/09/2011 às 05:00hs

João Roberto Marinho, o falecido patriarca, Roberto Irineu Marinho e José Roberto Marinho: sócios de Kadafi no Banco ABC-Roma

Uma bomba, como aquelas da OTAN jogadas nas cabeças dos líbios, acaba de atingir em cheio o QG da TV Globo.
É a notícia de que Roberto Marinho e seus filhos foram sócios de Muamar Kadafi nos anos 80/90, no banco ABC-ROMA (RO-MA são iniciais de Roberto Marinho, e ABC as iniciais do Arab Banking Corporation).

O Arab Banking Corporation tinha e tem o Banco Central da Líbia (estatal, sob comando do governo Kadafi) como principal acionista desde sua criação em 1980.

Tradução do texto marcado: CBL (Banco Central da Líbia) tem sido principal acionista do Banco (ABC) desde sua criação em 1980.

A sociedade entre os Marinho e o governo de Kadafi foi criada em 1989, como expansão dos negócios financeiros da família Marinho, que já detinha a Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários ROMA desde os anos 70, e durou até o ano de 1997.
Curioso observar que a sociedade Marinho-Kadafi começou logo após o governo Líbio ser acusado de envolvimento no atentado terrorista que derrubou um avião na Escócia (dezembro/1988). Durante todo o tempo em que durou a sociedade com os donos da TV Globo, a Líbia foi alvo de sanções da ONU, embargos e congelamento de dinheiro no exterior. Kadafi só começou a se reaproximar dos países da Europa Ocidental em 1999 e só reconciliou com a Europa e EUA em 2004.

Do Blog Amigos do Presidente Lula