quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Tucanos contra a corrupção?

A falta de caráter de Fernando Henrique Cardoso, José Serra e demais componentes da quadrilha tucana não é exclusividade desses velhos chacais que tanto desgraçaram e ainda em alguns estados como São Paulo estão fazendo mutretas que até o diabo duvida. Também a Juventude do PSDB segue fielmente os passos de seus mestres.

Ignorando os graves problemas de corrupção que São Paulo passa, cerca de 300 integrantes da juventude do PSDB se reuniram hoje para protestar contra a corrupção no Governo Federal. /fizeram como o macaco que enrola o rabo, senta em cima e ri dos outros. Em virtude do feriado de 7 de setembro, que celebra a independência(?) do Brasil, jovens de várias regiões de São Paulo manifestaram indignação perante as recentes denúncias de corrupção no Governo de Dilma Rousseff. A mobilização foi realizada no Parque da Juventude, na zona norte da cidade.

Durante o discurso de membros do partido, episódios como as demissões de quatro ministros do governo do PT, a absolvição da deputada Jaqueline Roriz e ministros voando em jatinhos de empresas privadas e helicópteros da Polícia Militar foram lembrados.

“Hoje é um dia histórico para o nosso país. Nós, das juventudes municipais de todo o Estado, estamos aqui reunidos para pedir um basta à corrupção, disse o presidente da JPSDB-SP.

E interessante também foi a participação da estilista Giovana Dias, que como publicou a revista Carta Capital em sua edição online fez uma "bela" estreia. Veja a publicação:

Novatos e militantes se unem contra a corrupção em SP com discursos confusos, mas que servem como recado: nem todos estão satisfeitos. Foto: Rennato Testa Era a estreia da estilista Giovana Dias, de 41 anos, em uma manifestação de rua. Uma estreia com estilo: não foi por uma causa qualquer, mas contra a corrupção que, dizem por aí, corrói os bons hábitos nacionais. Como parte do coro dos indignados, ela estacionou numa área próxima da concentração e seguiu os manifestantes a pé.

A marcha, contou ao fim do passeio, foi “emocionante”. Aliás, pontuou ela, será “a primeira de váááááááááááááááááárias” que ainda vai participar.

“Eu sinto a emoção de ser cidadã, a energia”, diz Giovanna, antes de tentar explicar que a corrupção, essa coisa que deixa tanta gente indignada, é tipo “uma bola de neve”. E o protesto, explica a estilista, fará com que os políticos acordem. Quando questionada sobre quais propostas poderiam fazer os políticos, e o País, despertar, ela responde “Ter leis, é tanta coisa”, diz, sem especificar, a estilista, que nas últimas eleições votou em José Serra, um político, segundo ela, de boa conduta.

Sua amiga Tânia Berni, que a acompanhava, era mais radical: “Comemorei a morte do Itamar Franco e do Alencar. Ele não morria nunca! Não vejo a hora do Sarney morrer”, disse ela, que, apesar de protestar contra a corrupção no Brasil, mora em Bolonha, na Itália. “Aqui é o paraíso. Que país do futuro é esse? O país do futuro não pode protestar. A Europa sim, é decadente, pode protestar”, afirma a publicitária.

Como se vê, não faltam macacos que sentam nos seus rabos e riem dos outros. Desde que Pedro Álvares Cabral errou o caminho para as Índias e veio parar por essas bandas que a corrupção corre solta, e nunca tantos corruptos deram com os costados na cadeia como no governo Lula e agora no de Dilma. Será porque o JPSDB não se lembrou da situação que está o estado que já passa dos 16 anos sendo pessimamente administrado pelos seus?

Por: Eliseu