sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Todo poderoso Kadhafi morre como rato

O poderoso ditador Líbio Muammar Kadhafi, como todo covarde quando cercados por forças de segurança são valentes e arrogantes ao extremo, matam, torturam, roubam e arrebentam a população, disse que só deixaria o poder morto. E morreu como era e merecia: uma rato escondido no esgoto.

Mas antes de morrer como o rato que era (penso até que um rato é melhor que ele), já havia sido deposto do poder pelos rebeldes e implorou por sua vida quando foi capturado.

De nada adiantou seu pedido de clemência. Retirado à força de uma tubulação, um Muammar Kadhafi ferido ergueu suas mãos para o céu e implorou aos combatentes do Conselho Nacional de Transição da Líbia: "Não me matem, meus filhos." Dentro de uma hora, ele estava morto, mas não sem antes ter seu corpo vingado por décadas de ódio. Tropas puxavam os cabelos do excêntrico e violento ditador e desfilaram seu corpo ensanguentado no capô de uma caminhonete.

As forças do CNT cercaram Kadafi. "Primeiro, atiramos neles com morteiros, mas sem sucesso. Então fomos a pé. Um dos homens de Kadafi saiu agitando seu rifle para o ar... assim que viu meu rosto, começou a atirar em mim. Acho que Kadafi deve ter dito a eles para que parassem. 'Meu mestre está aqui, meu mestre está aqui', disse, 'Muamar Kadafi está aqui e está ferido'", completou o combatente Salem Bakeer à Reuters.

Kadafi, então, foi retirado à força do esconderijo sem apresentar resistência e obrigado a entregar sua arma de ouro, segundo autoridades interinas. Com sérios ferimentos, perguntou aos combatentes que estavam do lado de fora: "O que vocês querem? Não me matem, meus filhos." De acordo com relatos, a captura ocorreu por volta das 12h do horário local (8h, horário de Brasília). Autoridades do governo interino dizem que Mutassim, um dos filhos do Kadafi, morreu durante a captura do pai.

Fico imaginando quantas pessoas não pediram clemência durante seus 42 anos de feroz ditadura. Será que alguém obteve a compaixão do Sr. Kadhafi? Penso que não!

Que a morte desse ditador sirva para reflexão para todos os ditadores que estão espalhados por aí, e também pode ser um recado aos políticos corruptos de que o povo está melhor informado, e não está mais aguentando a situação.

Por: Eliseu