terça-feira, 15 de novembro de 2011

Burocracia mata!

apesar_de_ter_sido_inaugurado_em_dezembr_4d9528d3c7646-444421-4d9528d3d2230A burocracia, ou burrocracia como seria mais adequado o nome, continua atazanando a vida dos brasileiros, trazendo sofrimento desnecessários e até tirando a dignidade e a própria vida.

Vi indignado logo de manhã nos noticiários de tv local, e publicação no G1/ES uma revoltante reportagem em que um centro de oncologia, inaugurado em dezembro de 2010 no Hospital Rio Doce, em Linhares, importante cidade no Norte do Espírito Santo, se tornou promessa de atendimento a pacientes com câncer, mas nunca chegou a funcionar. A iniciativa partiu do Governo do Espírito Santo, entretanto o hospital ainda aguarda repasse de verbas do Estado.

De acordo com a unidade de saúde, os funcionários especializados já foram contratados, assim como  todos os leitos e salas estão prontos para começarem a receber os pacientes. O centro ainda tem capacidade para realizar 40 sessões de quimioterapia por dia.

A última promessa foi de que a unidade começaria a funcionar no início deste mês, o que não foi efetuado. O Hospital Rio Doce aguarda que o Estado cumpra com o convênio.

oncologia2231210"Já assinamos umas três vezes convênio com o Estado, já fizemos duas festas de inauguração, só o dinheiro que não veio para começar a funcionar. Está tudo pronto, só falta a liberação de verba", explicou o diretor clínico do hospital, José Cardia.

Em resposta, a Secretaria de Estado de Saúde informou que o convênio foi assinado em outubro deste ano e a formalização está em fase final. No entanto não foi informado um prazo para que o centro de oncologia comece a funcionar.

O interessante, ou desinteressante, é  porque esse raio de centro oncológico foi inaugurado e só após um ano foi assinado o convênio. E se esse “bendito” convênio já foi assinado, porque não repassam a verba para os que precisam – e são muitos os necessitados – possam fazer o tratamento e ter uma vida menos dolorida e mais digna?

Talvez nenhum integrante da cúpula desse governo do Sr. Casagrande não precise passar por um tratamento na região.

Por: Eliseu