sábado, 3 de março de 2012

"O Brasil se chama Estados Unidos do Brasil", diz Serra

Em entrevista ao Jornal da Noite da Bandeirantes, o pré-candidato a prefeito de São Paulo, José Serra, cometeu um ato falho imperdoável ao se referir ao Brasil que diz sonhar presidir. Quando falava da crise econômica europeia, soltou essa: "O Brasil se chama Estados Unidos do Brasil. Os Estados Unidos se chamam Estados Unidos da América".

Por Kerison Lopes, no Vermelho 

A gafe aconteceu na madrugada de sexta-feira (2). O disparate da frase foi tão grande que o apresentador Boris Casoy teve que corrigi-lo: “Não, o Brasil não chama mais Estados Unidos do Brasil. Chama República Federativa do Brasil”.
Com cara de tacho, ainda mais que de costume, Serra tentou seguir sua linha de raciocínio. "Mudou? República Federativa, que é parecido, federação, tá certo? São um conjunto de Estados que se associaram ou já nasceram associados, formando um País”.
Este tipo de bobagens proferidas por Serra tem tornado o jornal apresentado pelo ex-membro do CCC (Comando de Caça aos Comunistas), Boris Casoy, imperdível. Na semana passada, Casoy acusou o governo Lula pela morte da contrabandista Eliana Tranchesi, a dona da Boutique Daslu, que morreu vítima de câncer. Só mesmo Serra pra conseguir fazer o apresentador ter pela primeira vez razão quando abre a boca.