sábado, 3 de março de 2012

Dilma não deve se curvar a pressão golpista de militares

A afirmação é do jornalista e membro do Comitê Paulista pela Memória, Verdade e Justiça, Pedro Pomar, em reação ao manifesto lançado por militares da reserva. Ele defende a prisão dos militares que se insurgiram contra o governo da presidente Dilma. Pomar considera que jamais haverá democracia no Brasil se não houver o acerto de contas com a ditadura militar. Entrevista a Marilu Cabañas.

Ouça aqui! Não esqueça de desligar a rádio, clicando Stop!

Por: Rede Brasil Atual