quinta-feira, 15 de março de 2012

Prefeito proíbe pessoas de morrer, mas já foi desobedecido

O “zeloso” prefeito Giulio Cesare Fava, do vilarejo Italiano Falciano del Massico tomou uma medida digna dos mais “aloprados” políticos brasileiros, que diga-se, são muitos. Na falta de um cemitério para enterrar os mortos de sua cidade, tomou uma atitude que resolve o problema de vez. Proibiu, através de decreto que os moradores de sua cidade morressem. Com isso a situação estaria resolvida, os moradores felizes, mas certamente desagradando o setor funerário.

Propriedade da Euronews

Tal medida faz lembrar, guardadas as proporções, a decisão do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que para resolver o problema das enchentes nos morros cariocas em vez de fazer as obras de saneamento e contenção adequadas, implantou o “eficiente” e barato sistema de sirenes, resolvendo de vez a questão. Se chover muito, é só acionar as sirenes e os moradores “dão no pé” e está tudo certo.

Infelizmente em Falciano del Massico duas pessoas já desobedeceram ao prefeito e resolveram morrer. Resta agora saber a penalidade que será aplicada ao desobedientes moradores.

Por: Eliseu