sábado, 3 de março de 2012

Serra estreia seu horário eleitoral

A estreia do horário eleitoral de Serra no telejornal do apresentador que se notabilizou por ofender garis foi um bate bola entre amigos. Pelota erguida, Serra disparou algo como: “o problema principal do governo Dilma é que as obras não deslancham...”.
Naturalmente, seu interlocutor não cometeria a indelicadeza de recolocar a bola no campo municipal e quem sabe arguir o convidado sobre a grande obra de impermeabilização das margens do Tietê, por exemplo. Colosso do ambientalismo tucano cometido durante a sua passagem pelo governo do Estado, a obra deslanchou criticada por nove entre dez especialistas em drenagem e urbanismo. Perto disso, a infração de quem se considera um craque em Brasil mas troca o nome do país, é ato falho menor.
O amistoso feito de passes curtos e salamaleques franqueados às espinhas lubrificadas de anti-petismo, antecipa a disposição midiática de ocultar o que quer que seja da ruinosa herança de oito anos da dupla Kassab/Serra na capital, nem que chova canivete. Ou pedaços de viadutos, o que tem acontecido literalmente, com a regularidade alarmante dos eventos que anunciam uma dinâmica, não uma exceção. Quase simultaneamente à tertúlia desta semana na TV, despencava mais um pedaço de concreto de uma das 270 pontes e passarelas de uma capital literalmente caindo aos pedaços, por conta de obras e manutenção que “não deslancham”. Mas a mídia não chia, nem associa o desgoverno à imagem “operosa” com a qual seu candidato se vende com anuência obsequiosa dos “meios”. Três exemplos:
I. SP: concreto de viaduto cai em cima de táxi e deixa 3 feridos(Folha/ 02-03-2012) : "A queda de um pedaço de concreto da estrutura do Viaduto Brigadeiro Luís Antônio, na região central de São Paulo, deixou três ocupantes de um táxi feridos levemente, por volta da 1h desta sexta-feira. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), o táxi trafegava pela avenida 23 de Maio, no sentido aeroporto, quando foi atingido por um pedaço de concreto de aproximadamente dois metros..."

II. SP: parte de viaduto cai sobre pedestre (UOL/ 30-03-2011): "Um pedaço de concreto da estrutura do Viaduto Olavo Fontoura, na zona norte, despencou sobre um pedestre na tarde desta quarta-feira, 30, em São Paulo.De acordo com o Corpo de Bombeiros a vítima sofreu ferimentos leves, e foi encaminhada a um hospital próximo.”
III, "SP: Cai pedaço da Ponte dos Remédios (Jornal da Tarde 23-11-2011):”Na madrugada de ontem, 30 metros de passeio e do gradil da Ponte dos Remédios despencaram sobre o Rio Tietê”(...)" *A passarela é uma das principais vias que ligam a capital à Osasco, na região metropolitana.

No: Carta Maior