sábado, 12 de maio de 2012

Tucanos hilários: Habitação em SP

tucanos-loucosOs tucanos agora estão mostrando um lado até então não muito conhecido: a arte de fazer rir (para não chorar).

A superintendente de Habitação Popular e secretária Adjunta de Habitação da capital paulista, Elisabete França, negou ontem (11) que as políticas habitacionais da prefeitura provoquem  expulsão de moradores mais carentes para outras cidades. “Ninguém está sendo expulso. Todos os que moram, por exemplo, na região central e favelas estão sendo lembrados”, disse. É só ler a matéria do link e ver se é verdade.

A melhor piada vem agora: Elisabete também afirmou que não existe periferia na cidade e disse que acessar um bairro como Cidade Tiradentes, no extremo leste de São Paulo, demora 20 minutos pelo Expresso Tiradentes. A secretária participou hoje do lançamento de livro “O urbanismo nas preexistências Territoriais e o Compartilhamento de Ideias”, editado pela Secretaria Municipal de Habitação (Sehab), na Universidade Mackenzie, no centro da capital. Vejamos o vídeo:

Para ouvir o vídeo, não esqueça de DESLIGAR a rádio, clicando stop.

Em entrevista coletiva na terça-feira (8), o pré-candidato a prefeito da capital paulista Fernando Haddad (PT) afirmou que os trabalhadores estão sendo expulsos da cidade pela falta de uma política de ocupação do solo. Movimentos sociais e urbanistas críticos à política habitacional do prefeito Gilberto Kassab (PSD) também apontam a expulsão da população carente e incentivo à especulação imobiliária.

A secretária avalia que falar de expulsão de pessoas da cidade é um “discurso antigo e fora de moda”. “É de quem é contra encontrar soluções. É do cara que gosta só de dizer: 'o mundo é mau'”, criticou. O conceito, segundo ela, fazia sentido no governo do ex-prefeito Paulo Maluf (1993-1996). Mas agora não faz mais. Mas o que vemos é bem diferente: em fevereiro deste ano a justiça teve que impedir Kassab de expulsar sem-tetos no centro da cidade.

Por: Eliseu