domingo, 17 de junho de 2012

Blogueiros Sujos, “invadam” o Google+!

No: Terra Brasilis

Google+ Espanta Blogueiros Sujos!

brian-solis-on-the-state-of-social-media-in-2012-video

Por Saulo Machado

A militância de brasileiros na internet inegavelmente tem tido repercussão nos últimos anos.

Faz-se pouco do que ocorreu na campanha presidencial de 2010, mas a militância virtual foi fundamental desmascarando mentiras da velha imprensa.

Recentemente essa militância, que fez Serra perder a cabeça cunhando o famoso “Blogs Sujos”, também incomodou a revista preferida da massa cheirosa.

A Veja, tendo em de seus principais editores-chefe pego em conversas com Carlinhos Cachoeira & amigos, reagiu às manifestações no twitter onde usuários criaram as hashtags #VejaMente e #VejaBandida.

Segundo a revista semanal da editora Abril, foram robôs que repercutiam as frases e as levaram para o topo do Trending Topics (lista em tempo real das frases mais publicadas no Twitter).

Robôs de onde? Do PT, claro!

No fim de Maio foi a vez de Gilmar Mendes ser alvo da militância virtual. Após a matéria de que Lula haveria pressionado o ministro a enrolar com o mensalão, publicada na revista…. Veja, usuários do Twitter iniciaram um twitaço com as hashtags #GilmarMentes.

Menos de uma semana após as manifestações, o ministro deu entrevista onde atacava os “Blogueiros Sujos” que, segundo ele, ameaçam as instituições no Brasil.

Essa introdução toda foi para destacar a importância, hoje, das redes sociais e dos blogs. Porém há vácuos que parece que muitos não estão notando. Hoje, no Brasil, o Hype (e o que mais possui usuários) são Twitter e Facebook.

O Orkut definha. A outra rede social da empresa, o Google+ caminha num crescendo.

O Google+ (ou G+) parece estar decolando bem mais fora do Brasil, com diversas revistas, blogs e usuários trocando notícias de diversas fontes: NYT, Independent, Guardian, BBC, etc.

Por que aqui no Brasil essa diversidade de informação partida de páginas oficiais dos meios de comunicação não acontece?

Apenas a grande mídia tem suas respectivas páginas atualizadas diariamente no G+.

Não sou especialista em internet, mas vão aí alguns números (durante a redação deste post):


Jornal O Globo

Facebook- 356.860

Google+ - 77.030

VEJA

Facebook – 782.791

Google+ – 179.727

Época

Facebook

Google+

Estadão

Facebook – 237.747

Google+ – 91.094

Folha

Facebook – 944.089

Google+ – 94.660

A diferença, em números, dá uma vantagem para o Facebook de 2.61 a 4 vezes mais usuários por página do que no Google+. No caso da Folha, a diferença é bem maior: 10 vezes o número de usuários!!!!

Considerando que a rede tem menos de 1 ano, talvez chegue aos números do Facebook logo (ou não). Mas a pergunta continua!

Por que a ocupação da fatia de informação está concentrada só de um lado?Só as informações da grande mídia ocupam o G+! Só a grande imprensa tem seus devidos perfis por lá.

Os “Blogueiros Sujos” (alguns apenas) e as publicações de esquerda parece não dar as caras. Medo? Ainda não se ligaram nisso?

O G+ ainda tem a vantagem de ser essencialmente de divulgação de notícias (e não narração do que se está fazendo), e trazer recursos interessantes, como o hangout, para videoconferência dentro da própria página.

Curioso como os desmentidos de factoides sejam feitos por usuários que lêem em algum blog/site/tweet e postam lá. Não são os blogueiros que divulgam seu post, como geralmente ocorre no Twitter e no Facebook.

Isso é um bom sinal: Blogs estão sendo lidos! Mas onde estão os blogueiros? Blogueiros internacionais… apenas.

São estes leitores (eu incluído) reproduzindo matérias do Viomundo,Escrevinhador, Nassif, Rovai, Altamiro Borges, Carta Capital, etc…

Seria a grande mídia maquiavélica com poderes sobrenaturais que impede que outras mídias se cadastrem no Google? É isso?

Não, não é. Acho que é a total falta de interesse. Hoje foi o dia que mais li matérias em revistas e blogs (de Carta Capital a Tech Tudo). Em muitos sites, o número de marcações +1 chegam próximo ao compartilhado no facebook, outras vezes se equivale ao número de retweets.

E aí o chato aqui: Mas onde estão os blogueiros para informarem os leitores por lá? Apenas divulgar os seus posts…

Tem gente dormindo no ponto, depois reclama da vida…

Há uma lacuna de informação no G+, a velha mídia agradece!

Ponto & Contraponto