sábado, 23 de junho de 2012

O que é um tucano?

No: Terror do Nordeste

tucano

Avis rara, animal político com grave risco de extinção, o tucano se diferencia dos outros animais.

Identifiquemos suas características, antes que seja tarde demais:

O tucano tem certeza que tem razão em tudo o que diz e faz.
O tucano lê a Folha de São Paulo cedinho e acredita em tudo o que lê.
O tucano nunca foi à América Latina, considera o continente uma área pré-capitalista e, portanto, pré-civilizatória.
O tucano considera a Bolívia uma espécie de aldeia de xavantes e a Venezuela uma Albânia.
O tucano nunca foi a Cuba, mas achou horrível.
O tucano foi a Buenos Aires (fazer compras com a patroa), mas considera a Argentina uma província europeia.
O tucano considera FHC merecedor de Prêmios Nobel – da Paz, de Literatura, de física, de química, quaisquer.
O tucano considera o povo muito ingrato, ao não reconhecer o bem que os tucanos – com FHC à cabeça - fizeram e fazem pelo país.
A cada derrota acachapante, o tucano volta à carga da mesma maneira: ele tinha razão, o povo é que não o entendeu.
O tucano acha o povo malcheiroso.
O tucano considera que São Paulo (em particular os Jardins paulistanos) o auge da civilização, de onde deve se estender para as mais remotas regiões do país, para que o Brasil possa um dia ser considerado livre da barbárie.
O tucano mora nos Jardins ou ambiciona um dia morar lá.
O tucano é branco ou se considera branco.
O tucano compra Veja, mas não lê. (Ele já leu a Folha).
O tucano tem esperança de retomar o movimento Cansei!
O tucano tem saudades de 1932.
O tucano venera Washington Luis e odeia Getúlio Vargas.
O tucano só vai a cinema de shopping.
O tucano só vai a shopping.
O tucano frequenta a Daslu, mesmo que seja por solidariedade às injustiças sofridas em função da ação da Justiça petista.
O tucano nem pronuncia o nome do Lula: fala Ele.
O tucano conhece o Nordeste pelas novelas da Globo.
O tucano dorme assistindo o programa do Jô.
O tucano acorda assistindo o Bom dia Brasil.
O tucano acha o Galvão Bueno a cara e a voz do Brasil.
O tucano recorta todos os artigos da página 2 da Folha para ler depois.
O tucano acha o Serra o melhor administrador do mundo.
O tucano acha Alckmin encantador.
O tucano tem ódio de Lula porque tem ódio do Brasil.
O tucano sempre acha que mereceria ter triunfado.
O tucano é mal humorado, nunca sorri e quando sorri – como diz The Economist sobre o candidato tucano - é assustador.
O tucano não tem espírito de humor. Também não tem motivos para achar graças das coisas. É um amargurado com o mundo e com as pessoas pelo que queria que o mundo fosse e não é.
O tucano considera a Barão de Limeira sua Meca.
O tucano acha o povo brasileiro preguiçoso. Acha que há milhões de “inimpregáveis” no Brasil.
O tucano acha a globalização “o novo Renascimento da humanidade”.
O tucano se acha.
O tucano pertence a uma minoria que acha que pode falar em nome da maioria.
O tucano é um corvo disfarçado de tucano.

Fonte: Blog do Emir Sader