sexta-feira, 20 de julho de 2012

Tucano extermina cães em Sorocaba

Tucanos de São Paulo não se contentam em exterminar apenas humanos e partem para o extermínio de cães. Prefeito Vitor Lippi (PSDB) faz verdadeira chacina com requintes de crueldade contra cães em Sorocaba.

Por: Eliseu 

caesComo já foi denunciado aqui neste blog, a cultura de maus-tratos a animais está mesmo disseminada por todo país, e também no mundo.

As denúncias são tantas, apesar do PIG, a mídia golpista tentar abafar os casos em que envolvem prefeitos que inundam suas contas com dinheiro de publicidade que deveria ser usado em outras áreas prioritárias, que fica difícil enumerá-las.

Parece que o demagogo prefeito Sérgio Vidigal, da cidade de Serra, aqui no nosso belo Espírito Santo que em vez de cuidar prefere exterminar os animais e impede – pelo menos por enquanto – o acesso da população ao CCZ, vem fazendo escola. Em Sorocaba, o prefeito tucano Vitor Lippi, (PSDB de José Serra) que também se diz médico como Vidigal, está promovendo uma verdadeira chacina contra cães. Informações dão conta  que 30 cães estariam em um freezer do CCZ local, inclusive filhotes.

Vitor LippiDe acordo com reportagem do R7, a Polícia Civil está investigando a morte de animais no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Sorocaba. De acordo com denúncia feita por ONGs de proteção animal, cães que estavam no local teriam sido mortos mesmo estando saudáveis e de forma cruel.

Imagens que rodam por redes sociais aparentam uma verdadeira carnificina no centro. É possível ver diversos animais sacrificados e ao lado de uma morsa, um aparelho de ferro usado para prender e prensar peças e componentes. As postagens sugerem que os animais teriam sido mortos mediante prensagem. A Secretaria de Saúde de Sorocaba informou por meio de nota que os filhotes que estavam no canil foram avaliados por uma médica veterinária, que constatou que os animais apresentavam cinomose e, por essa razão, foram sacrificados. Eu que não sou veterinário, já curei alguns cães com cinomose, sem muita dificuldade. Mas o prefeito prefere pagar médicos veterinários para matá-los. Deveriam ter sua licença profissional cassada.

A polícia recolheu cinco cães mortos para autópsia. Os laudos devem ficar prontos em 15 dias. De acordo com a delegada Cássia Almagro, que acompanhou a vistoria ao Centro de Zoonoses, se os exames comprovarem que os animais estavam saudáveis, os responsáveis serão enquadrados no artigo 32 da Lei 9.605, que pune abusos e maus-tratos contra animais. Infelizmente a pena é muito branda, e em caso de condenação (o que no Brasil é quase impossível), a pena prevista vai de quatro meses a um ano e quatro meses de prisão.

Vamos pensar melhor em quem votar nas próximas eleições.