segunda-feira, 6 de agosto de 2012

“Funcionarismo” Público: Resposta!!!

Mau atendimento no serviço público é uma cultura que está disseminada em todo Brasil!; a resposta veio. Mas será mesmo resposta?

Por: Eliseu

vermelho-de-raivaAo contrário do que esse blogueiro esperava, a resposta ao e-mail que enviei à direção do Hospital das Clínicas de Vitória, que está na postagem do Giovani de Morais, do Blog O Cachete, a qual repiquei aqui e ainda peguei carona e fiz um desabafo, intitulada “Funcionarismo” Público: Ameaça Preventiva!, a resposta veio. Não da maneira tradicional, por escrito, o que nos faz lembrar o “empresário” Carlinhos Cachoeira que em suas pules – e de todos bicheiros – vem sempre em destaque: “vale o que está escrito”.

Mas surpreendentemente veio, e rápido, no mesmo dia a Ouvidora do hospital me ligou para conversarmos sobre o assunto, o que pude fazer imediatamente pois me encontrava exatamente na portaria, acabando de fazer uma visita.

E como havia prometido na postagem anterior que o assunto não estava encerrado e que voltaria dizendo se havia recebido resposta e qual, aqui vai o que a Ouvidora do Hospital das Clínicas me respondeu pessoalmente de forma verbal, sem escritas, sem gravações….

Sintetizando:

  • Fui cordialmente repreendido. Deveria ajudar em vez de criticar;
  • A “placa” (cartaz) está certa. No livro interno do hospital existe a observação de que só pode entrar um visitante por vez;
  • Ela (a ouvidora) não pode me dizer se o funcionário que me destratou está certo ou errado.

A postagem com a “placa” que está certa (de acordo com a ouvidora) dizendo que o número de visitas é livre, mas na verdade só pode entrar um por vez pode ser acessada aqui.

No Brasil, bandido é empresário e pobre que reclama seus direitos é encrenqueiro.

Há, já ia me esquecendo. A Ouvidora do Hospital das Clínicas de Vitória também me disse, mesmo sem eu perguntar, que opinião de blog não interessa porque os usuários (do hospital) ou não sabem ler, ou não enxergam “direito”.

Então tá!!!