sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Serra ignora compromissos para melhorar São Paulo

Por: Rodrigo Gomes, no Rede Brasil Atual 

jose_serraO candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, José Serra, parece ter adotado como política a não assinatura de compromissos que visem a melhorar a cidade. Depois de não assinar documentos por sustentabilidade e pelo estímulo ao esporte, o ex-prefeito ignorou o pedido para que firmasse o Plano de Metas da Juventude Paulistana, elaborado por 40 organizações da sociedade civil.

O presidente da Comunidade Cidadã, Flávio Munhoz, um dos organizadores do projeto, diz que José Serra “não demonstrou qualquer interesse em participar da assinatura da carta-compromisso do plano”. A assessoria do candidato José Serra alegou desconhecer o plano e disse não ter recebido convite para participar da assinatura do compromisso.

Líder nas pesquisas, ele já não assinou os compromissos Cidade Sustentável, que apresenta propostas o desenvolvimento sustentável em âmbito municipal, e Cidades do Esporte, que pretende estimular a atividade física e a melhoria do esporte nas escolas. O vice-líder nas pesquisas, Celso Russomano, foi outro que não aderiu aos planos da Nossa São Paulo. Quanto às questões relacionadas à juventude, o candidato do PRB disse que não estará presente no evento de hoje (10), mas assumirá o compromisso. 

Serra candidata-se à prefeitura após ter sido derrotado por Dilma Rousseff na disputa pela Presidência da República em 2010. Em 2004, durante a campanha pela administração paulistana, o tucano assinou um documento se comprometendo a cumprir o mandato até o final. No primeiro semestre de 2006, porém, deixou o cargo para ser eleito governador. Este ano, quando questionado se repetiria a postura, ele afirmou que o compromisso em questão era "apenas um papelzinho". "Eu assinei um papelzinho. Não era nada... Eu estava dizendo a absoluta verdade”, disse em entrevista a uma rádio da cidade. 

Serra foi sucedido no cargo por Gilberto Kassab (PSD). O atual prefeito cumpriu apenas 40% do Plano de Metas para a cidade de São Paulo e, recentemente, acusou de “má-fé” o diretor da Rede Nossa São Paulo, Oded Grajew, que atua na fiscalização do Plano de Metas. Serra também não participou do Pacto Municipal pela Transparência, que propõe ações e investimentos para as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.

Além do candidato do PSDB, também Paulo Pereira da Silva (PDT), Levy Fidelix (PRTB) e Anaí Caproni (PCO), não responderam ao convite feito pelos organizadores do Plano de Metas para a Juventude Paulistana. Celso Russomano (PRB), alegou compromisso eleitoral, mas disse que assinaria a proposta posteriormente. Estes candidatos também não participaram dos outros eventos.