quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Serra defende Kassab. Agora fedeu!

Por: Altamiro Borges, no Blog do Miro

Charge-do-Bira-kassab-boboBem na hora em que o tucano José Serra decide sair do muro para assumir a sua cria, pesquisa Datafolha confirma que o prefeito da capital paulista, o ex-demo Gilberto Kassab, bate novo recorde de rejeição. Segundo a sondagem, a proporção dos eleitores que avalia a sua gestão como ruim ou péssima saltou nos últimos dias de 36% para 48%. É o pior índice desde que ele assumiu a prefeitura em 2006, em substituição ao tucano, que traiu um compromisso assinado e abandonou o cargo para disputar o governo estadual.

Serra fez de tudo para garantir o apoio do atual prefeito, que deixou o DEM e fundou o PSD. Brigou com a cúpula do PSDB, escanteou tucanos e demos e ainda deu a vice na chapa majoritária para um secretário de Kassab. Mas, diante da sua forte rejeição, Serra decidiu esconder o apoiador. Kassab foi excluído dos primeiros programas de rádio e televisão e passou a atuar nos bastidores, sem maior visibilidade. Como a manobra marqueteira não vingou, Serra resolveu assumir a paternidade e passou a defender o rejeitado prefeito.

Fidelidade causa inveja aos tucanos

Na semana passada, o programa de tevê do tucano passou a exibir obras na capital paulista, vendendo a falsa imagem de que a cidade é um paraíso. Serra também tomou as dores do prefeito, tão bombardeado pelos adversários. Para uma equipe de repórteres do jornal Estadão, ele fez juras de amor a Kassab. Disse que a atual prefeito faz um ótimo trabalho e que “os adversários mentem quando fazem críticas a ele”. A contundente defesa, que não é muito comum no “vampiro”, surpreendeu até o colunista José Roberto de Toledo:

“Sua fidelidade a Gilberto Kassab (PSD) é de fazer inveja aos tucanos. Sua disposição para elogiar a gestão do prefeito nos erros e nos acertos é rara na política. O candidato Serra mudou 180 graus em comparação à eleição presidencial de 2002. Tornou-se um campeão da continuidade com continuísmo. Era tudo o que Fernando Henrique Cardoso queria dez anos atrás. Alguém que defendesse seu governo e sua imagem com gana. Que falasse seu nome e mostrasse suas obras na TV”.

Toda a maquiagem televisiva, porém, não surtiu os efeitos desejados e a rejeição de Kassab cresceu mais 12 pontos nos últimos dias – um recorde nas capitais brasileiras. Pior para o Serra! A sempre suspeita pesquisa Datafolha (também chamada de DataSerra) também aponta que o tucano perdeu mais um ponto nas intenções de voto, que Fernando Haddad subiu dois e que eles estão tecnicamente empatados no segundo lugar – 21 a 16%. Serra não tem mais como descolar sua imagem de Kassab. Agora a coisa fedeu de vez!

Leia também:

Extermínio de animais pela prefeitura de Serra/ES