quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Funcionário público dirige bêbado e canta samba para PM

Funcionário público encheu a cara de “birita”, disse ser policial federal e cantarolou música de Bezerra da Silva para polícia

Por: Eliseu 

policia_motorista_bebadoO irresponsável funcionário público Lauro Augusto Cassa, de 47 anos, resolveu tomar umas “biritas”, saiu dirigindo ziguezagueando pelas ruas de Vitória, e após quase atropelar um motociclista foi detido  pela polícia militar.

O irresponsável e ridículo funcionário público cantou versos de uma música do sambista Bezerra da Silva e disse que bebeu uísque e chope. “Sequestraram minha sogra. Bem feito para o sequestrador. Em vez de pagar o resgate, foi ele quem me pagou”, cantarolou o bêbado aos policiais, antes de fazer o bafômetro. O homem ainda disse que era policial federal, mas a informação não era verdadeira.

De acordo com o portal de notícias G1/ES, a polícia informou que a prisão aconteceu dentro do bairro Jardim Camburi após o motorista quase atropelar um motociclista e trafegar por toda a extensão da Orla de Camburi, colocando em risco a integridade de outros condutores. Ao ser parado, o bebum Lauro estacionou o carro em frente à garagem de um prédio, atrapalhando a entrada de veículos. “O motoqueiro que quase foi atropelado nos avisou e a gente pediu para ele parar”, contou um policial.

Não esqueça de DESLIGAR a rádio clicando stop.

No Brasil a lei é tão bizarra que mesmo diante da situação é obrigatório o teste do bafômetro. Com muitas dificuldades, Lauro fez o teste do bafômetro e foi constatada a ingestão de bebida alcoólica. Ele foi encaminhado ao Departamento de Polícia Judiciária de Vitória, onde permanecia até a manhã desta quarta-feira (3).

Quando passar o efeito da bebedeira terá que se entender com o delegado da Delegacia de Delitos de Trânsito Fabiano Contarato, que não se intimida com função, posição social ou seja lá o que for. Aí ele vai ver quem paga o “resgate”!

Leia também:

Sérgio Vidigal: O prefeito que não é!