terça-feira, 26 de novembro de 2013

Serviço público: irresponsabilidade sempre!

Obra mal feita da Cesan faz asfalto ceder e um carro acabou caindo em uma cratera na Avenida Norte Sul, no bairro Laranjeiras, na Serra, na madrugada desta segunda-feira (25).

Por: Eliseu

carro_buraco_serra_cesanQuem no Brasil já precisou resolver ou usar algo público e não se aborreceu? Os mandatários neste país trabalham(?) como se o que é público de ninguém é. E o resultado são absurdos como a entrevista ao Fantástico domingo passado do ladrão auditor fiscal Luís Alexandre Cardoso de Magalhães, confortavelmente sentado em sua bela residência, em vez de estar trancafiado num presídio.

Mas voltando ao nosso pequeno e rico Estado, o Espírito Santo, que parece ter uma “cabeça de burro” enterrado, uma chuva persistente de algumas horas, mas de baixa intensidade causou um tremendo susto e prejuízo à um cidadão. Na verdade não foi a chuva, mas a irresponsabilidade da Cesan, a concessionária de água e esgoto local.

Numa das inúmeras (todas) obras mal feitas da Cesan, um pacato cidadão que se dirigia à casa da namorada teve seu veículo engolido por uma cratera que se abriu no cruzamento das movimentadas Avenida Norte Sul e Central, no bairro de Laranjeiras, na Serra. Ele contou que o veículo foi comprado há três meses e que ainda não tinha seguro. “Com essa chuva não dá para ver muita coisa. Não tinha nenhuma sinalização. A placa estava virada para o chão. Quando eu passei, o buraco cedeu mais ainda e meu carro virou. Por pouco ele não capota”, contou. 

Um morador disse, - e esse blogueiro que mora próximo e sempre passa por lá pode atestar – que o buraco apareceu após uma obra realizada pela fornecedora de água e já existia no cruzamento há cerca de duas semanas. “Tem aproximadamente 45 a 60 dias que foi executada a obra de esgoto da Cesan. Talvez pela má construção tenha acontecido esse desmoronamento. Já é a segunda vez depois da execução da obra. Houve uma chuva anteriormente e agora de novo o asfalto cedeu“.

Por meio de nota, a Cesan colocou a culpa em São Pedro, informando que o local passou por uma obra recentemente e, devido a quantidade de chuva na madrugada desta segunda-feira (25), o asfalto cedeu. Ainda segundo a companhia, logo após o acidente, o local foi sinalizado. Nesta teça-feira (26), uma equipe vai realizar o reparo na via. 

Não foi por causa da chuva que o asfalto cedeu, mas por má fiscalização, que sempre tem no meio a corrupção, que o asfalto cedeu. E porque o local não foi sinalizado antes, e sim depois do acidente? Se fosse num país sério seria estranho. Mas no Brasil é “normal”.

E o dono do carro que meta a mão no bolso para consertá-lo. Ou peça ao Joaquim Barbosa para resolver o problema dele.