sábado, 21 de fevereiro de 2015

Desperdício de água em Serra/ES do prefeito(?) Audifax (PSB)

Na Unidade de Saúde de Novo Horizonte falta tudo: médicos, enfermeiros, medicamentos, água gelada para os pacientes mas no banheiro a água sobra

Por: Eliseu

agua_desperdicio_audifaxHá mais ou menos 50 anos, desde os tempos em que era feliz e não sabia, na minha bem vivida infância em Tabaúna, aquele povoadozinho no município de Aimorés/MG, com seu então largo, caudaloso, de límpidas águas e muitos peixes, o rio Manhuaçu, perfeito para a molecada se refrescar e “pintar o sete”, também o oito, nove… claro sem que as mães soubessem, que ouço os ambientalistas alertarem para o cuidado com a natureza. Não jogar lixo em locais impróprios, não matar os bichos, enfim, cuidar do nosso planeta.

No início era uma campanha tímida até porque as comunicações eram difíceis. Nos últimos anos os apelos se intensificaram cada vez mais e hoje com os rádios, televisões, internet, ninguém pode alegar desconhecimento da causa ambiental. Mas nós os humanos, que nos intitulamos como “seres racionais” estamos destruindo – ou já destruímos -nosso habitat.

Mas divagações e lembranças à parte, fato é que em plena crise hídrica que tem afetado grande parte do país, inclusive o Espírito Santo, a responsabilidade sempre é jogada sobre nós, pacatos cidadãos. São campanhas e mais campanhas pedindo para não lavar carro, calçada, fechar a torneira aos escovar dentes, etc. Ameaça do aumento do valor da água e muito mais.

Mas aqui na cidade de Serra, no Espírito Santo, já em março de 2012, na péssima gestão de Sérgio Vidigal, comparsa (se dizem inimigos para se perpetuarem no poder, o que tem conseguido fazer de forma magistral) do atual prefeito(?) Audifax (PSB) que esse blogueiro vem denunciando o mau uso da água em nossa cidade, o que foi feito em diversas outras ocasiões.

Pois bem, ontem estive na Unidade de Saúde de Novo Horizonte e fiquei estarrecido com o descaso que a prefeitura, com seu prefeito(?) Audifax (PSB) à frente, trata o município. A falta de medicamentos é uma constante, na sala de vacina, que na verdade é o que fui fazer, me vacinar, tinha um aviso: “dia 20 não funcionaremos”. Só faltou completar: “quem vier que se lasque!”. Mas o pior está por vir. Certamente já viram a foto acima. Isso mesmo, ao entrar no banheiro a situação era aquela. A torneira simplesmente não fechava. Será que quantos litros são desperdiçados por dia? Multiplicando por meses, porque nunca é consertado… Quem sabe um dos “peritos” da Globo não determine a quantidade?

Quem achar que é intriga desse blogueiro e que ele abriu a torneira para tirar a foto, vá segunda cedinho que verá in loco a situação.