terça-feira, 9 de junho de 2015

Os gays foram muito longe

Penso que cada um pode dispor de seu corpo como melhor entender, mas o respeito à sociedade e às instituições religiosas é fundamental

Por: Eliseu

gays

Já havia me recolhido hoje por não estar me sentindo bem devido à ter tomado uma bendita vacina contra a gripe que parece mais uma bala da canhão. Mas quem me conhece sabe que não consigo “engolir” certas coisas.

Não gosto de polêmica religiosa até porque não sou membro de qualquer igreja, - mas sempre que sou convidado e posso - vou a qualquer uma e respeito todas as religiões e fiéis e acredito em Deus. Tem que haver uma força superior para controlar tudo que acontece nesse universo.

Não concordo com o pastor Silas Malafaia devido sua desmedida intolerância contra tudo que ele não acha correto e também porque o acho muito prepotente. Também não gosto do Deputado Federal Marco Feliciano pelo mesmo motivo.

gayMas o Brasil constitucionalmente é um País democrático e até por isso é garantida a livre expressão, citada no Artº 5º da Constituição Federal. Portanto Silas Malafaia, Marco Feliciano ou seja lá quem for tem todo direito a pensar o que quiser. Até o editor deste blog tem o direito, e expressa sua opinião.

Como já diziam os mais antigos, quem quer ser respeitado tem que respeitar. E o que houve na passeata da 19ª Parada do Orgulho LGBT em São Paulo, neste domingo nada pode justificar. Uma falta de respeito difícil de entender. Desrespeitaram eles próprios, os religiosos de todas as crenças e desrespeitaram a lei. Infelizmente vivemos no País da impunidade. Os líderes dessa palhaçada deveriam ter sido presos imediatamente e estar na cadeia aguardando julgamento, e que a pena fosse pesada o bastante para desestimular outros imbecís de fazerem o mesmo, ou pior.

gaysRevoltante as imagens que circulam na Net. Moramos em um País laico, ou seja, sem religião. Por isso mesmo TODAS religiões, sem exceção – se não por uma questão de respeito - por lei, devem ser respeitadas, assim como seus seguidores.

O Carcará não gostou nem um pouco do que aconteceu! Voltaremos ao assunto com mais calma.