sexta-feira, 10 de março de 2017

Temer “homenageia” mulheres dizendo: lugar de mulher é em casa!

Por: Eliseu

temer_machista_golpe_mulherO pseudo presidente deste País, agora novamente rebaixado à condição de “republiqueta das bananas”, o golpista Michel Temer,  na quarta (8), fez uma “linda homenagem” às mulheres em seu dia internacional.

Talvez acostumado com a subserviência de sua cuidadora de idosos, digo, esposa Marcela, desde o início de seu mandato - subtraído ilegitimamente de Dilma Rousseff, com o apoio dos deputados, senadores e com a fundamental ajuda do Supremo Tribunal Federal, contando com a participação dos coxinhas (incluindo mulheres é claro) idiotizados pelo PIG, a mídia marrom encabeçada pela Rede Globo -Temer vem demonstrando seu pouco apreço às mulheres, deixando-as a “ver navios” no primeiro escalão do governo, formado exclusivamente por homens.

De acordo com CartaCapital, Temer disse: “o papel delas na sociedade brasileira à tarefas como cuidar da casa, da formação dos filhos e do gerenciamento das compras no supermercado”.

Durante seu discurso machista, Temer ainda reduziu mais o papel da mulher, colocando suas aptidões apenas à economia doméstica. "Ninguém mais é capaz de indicar os desajustes, por exemplo, de preços em supermercados do que a mulher. Ninguém é capaz de melhor detectar as eventuais flutuações econômicas do que a mulher, pelo orçamento doméstico maior ou menor", disse o peemedebista.

O odioso discurso machista causou desconforto na plateia, de composição majoritariamente feminina Janaina Paschoal, Louca, esquizofrenica, doida, maluca, insana, e com a presença de servidoras e deputadas federais. Nas redes sociais, o descontentamento atingiu mulheres de todas as matizes ideológicas, como a professora da USP e uma das protagonistas do processo de impeachment de Dilma Rousseff, Janaina Paschoal (a louca), e a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS).