domingo, 17 de setembro de 2017

Esquerda x Direita

Segundo Laponce  são quatro as dimensões (política, econômica, religiosa e temporalidade) que mais assertivamente definem os elementos da divisão ideológica entre esquerda e direita

Por: Eliseu

esquerda-direitaTenho notado uma grande confusão das pessoas quanto a definição de Esquerda e Direita quando se trata de política.

Este blog é essencialmente político, tentando evitar ao máximo assuntos religiosos, os quais confesso não ter conhecimento suficiente para discutir.

Porém, infelizmente, as igrejas de todas denominações vem cada vez mais atuando no campo político. Como exemplo pode-se citar a poderosa bancada evangélica no Congresso Nacional, Marina Silva que vem se candidatando nas últimas eleições presidenciais, inclusive com o não esclarecido “acidente“ que culminou com a morte de  Eduardo Campos (ela seria vice na chapa de Eduardo, tornando-se a cabeça de chapa).

Vários líderes religiosos de igrejas de diferentes denominações e crenças vem convencendo, ou tentando convencer os fiéis mais incautos a definirem “esquerda” como sinônimo de comunismo, o que não é verdade, e a meu ver, odiável, pois até onde sei, um pastor deve ter escolaridade superior em Teologia. Portanto não se trata de ignorância, mas má fé.

E, ainda, aos olhos deste blogueiro, uma pessoa que “monta” uma igreja e se  autodenomina “pastor”, nada mais é que um impostor, que infelizmente com nosso arcaico Código Penal não dá para enquadrar como crime de exercício ilegal de profissão. Profissão porque todos sabem, o dinheiro vem sempre à frente do “negócio”.

Mas, deixando as mazelas, vou tentar esclarecer um pouco o que é “Esquerda” e “Direita”, reproduzindo um trecho de matéria da famosa e séria Wikipédia, com o título DISTINÇÃO ENTRE ESQUERDA E DIREITA (POLÍTICA):

“Segundo Laponce  são quatro as dimensões (política, económica, religiosa e temporalidade) que mais assertivamente definem os elementos da divisão ideológica entre esquerda e direita. Assim, ‘como traços periféricos da divisão entre direita e esquerda temos: para primeiro o setor político, o passado, o status quo, a livre empresa e os EUA; para a segunda orientação ideológica, o futuro, a mudança, a intervenção do Estado na economia e a URSS.’. A direita é mais conservadora e mais contínua nas suas ideias; a esquerda convive melhor com a descontinuidade.

Bobbio contradiz Laponce com exemplos de movimentos da direita europeia não religiosos e pagãos. ‘Para Bobbio, o critério fundamental para distinguir a esquerda da direita é a diferença de atitude dos homens face ao ideal de igualdade’. Mas este critério não é absoluto; a esquerda nem sempre é igualitarista nem a direita inigualitária.

O politólogo e publicista português Nogueira Pinto também procura os traços essenciais desta divisão: à esquerda temos o otimismo antropológico, o utopismo, o igualitarismo, o democratismo, o economicismo, o internacionalismo; e à direita o pessimismo antropológico, o antiutopismo, o direito à diferença, o Elitismo, antieconomicismo, o nacionalismo.”

Matéria completa pode ser lida acessando o link https://pt.wikipedia.org/wiki/Esquerda_e_direita_(política)

lula_2018E finalizando, para os que ainda pensam “Esquerda” ser comunismo, fica o claro exemplo do eterno Presidente Lula, que em seus dois mandatos consecutivos obteve índices de aprovação próximo dos 90%, elegeu sua sucessora que foi vítima de “golpe branco” encabeçado pelo senil Michel Temer, sem ter (Lula e Dilma) retirado qualquer direito do povo, muito ao contrário, melhorou a vida de milhares de pessoas menos bafejadas pela riqueza, sem nunca ter tentado tomar o poder através de golpe, seja “golpe branco” ou “golpe militar”. Temos uma verdadeira “caça às bruxas”, digo, caça ao Lula, simplesmente porque a fétida elite brasileira sabe que ele será novamente eleito e voltará a ajudar os menos favorecidos. E a podre elite consegue facilmente manipular os pobres de direita, que aqui denomino de “coxinhas”, e porque não, PIB (Perfeitos Idiotas Brasileiros)?

domingo, 10 de setembro de 2017

Temer coloca à venda 90% de transportadora de gás da Petrobras

Em nota crítica, Federação dos Petroleiros diz que empresa é superavitária e, portanto "não há justificativas para a sua privatização", que servirá apenas a interesses do mercado

No: Rede Brasil AtualBrasil de Fato

temer_orivtivaçao_golpeA Transportadora Associada de Gás (TAG), subsidiária que opera e administra gasodutos da Petrobras, entrou em processo de privatização. Pedro Parente, presidente da estatal brasileira de petróleo, anunciou que irá colocar no mercado 90% da participação que a empresa tem na gestão da transportadora.

A TAG possui mais de 4,5 mil quilômetros de gasodutos, instalados nas regiões Norte e Nordeste e que transportam cerca de 75 milhões de metros cúbicos de gás por dia. A empresa, criada em 2006, encerrou o ano passado com receita líquida de R$ 4,7 bilhões.

Em texto divulgado em seu site, a Federação Única dos Petroleiros (FUP), afirmou que, como a empresa é superavitária, “não há justificativas para a sua privatização”.

Ainda segundo a FUP, a venda da TAG vai “desarticular a logística de transporte da Petrobras e deixará nas mãos de grupos estrangeiros o controle sobre os gasodutos do país”. Sem o comando do transporte de gás, a Petrobras ficará refém dos preços e condições impostos pelas multinacionais, de acordo com a Federação dos Petroleiros.

Os resultados da privatização podem implicar em aumento das contas dos consumidores, aponta a entidade. Os petroleiros lembram também que esse processo de altas das tarifas já vem acontecendo com o gás de cozinha, a gasolina e o diesel, e que “a política de preços da Petrobras privilegia as distribuidoras e importadoras de combustíveis”.