quarta-feira, 5 de setembro de 2018

PagSeguro é fraude!

Por: Eliseu

pagseguro_fraudeO PagSeguro é uma empresa fraudulenta! Não poderia ser diferente uma vez que faz parte do grupo Abril, Folha, Uol, e outras da odiosa famílgia Civita, que pouca diferença faz da famiglia Corleone, comandada pelo fictício Don Vito Andolini Corleone.

E digo isto, apesar de já ter dito diversas vezes que meu blog não é para desabafos pessoais, mas um assunto que está me afetando e com certeza milhares de pessoas Brasil afora.

Minha esposa comprou cinco “Moderninhas”, suposta máquina para passar cartões de crédito e débito da PagSeguro, todas com garantia de cinco anos. Pois bem: as cinco deram defeito de uma só vez. Os chip’s da operadora não funcionam. Com isso, claro, elas também não passam os cartões, ou seja, de nada valem.

Após muita “luta” para fazer os despreparados atendentes entenderem o que estava acontecendo, me pediram prazo para envio de três chip’s. O defeito era em cinco porcarias que insistem em dizer ser “Moderninhas”. Após vários dias chegaram dois chip’s. Veio menos um, ou melhor,três. A conta é simples de ser feita. Nenhum deles funcionou. Continua sem as “Moderninhas”.

Liguei dizendo que continuava tudo igual e, após ficar a tarde toda pendurado ao telefone, a atendente, na maior cara de pau me disse: “vamos enviar novos chip’s, está bem?”. A resposta foi simples: NÃO! Pedi que respeitassem a lei e ela devolveria as porcarias, digo, “Moderninhas”, o que não foi aceito. Agora o caso vai para a justiça. Danos morais e materiais. Antes, resolvi alertar os leitores para que não caiam nas garras de mafiosos profissionais.

Não pode estar bem. Quem vai ficar com o prejuízo da minha esposa? Uma rápida olhada no respeitado site Reclame Aqui se vê que esse projeto de empresa tem nada menos que 25.521 reclamações. Isso mesmo. Mais de vinte e cinco mil reclamações.

folha_ditadura_mafiaNo início deste post me referi à famiglia, porque é uma família que controla boa parte da mídia golpista deste país. Os que viveram e acompanharam os “anos de chumbo”, da ditadura militar certamente se lembram como A Folha era parceira do DOPS, chegando ao ponto de emprestar veículos caracterizados da Folha para facilitar o DOPS prender os que não reconheciam o “regime”.

Fica o alerta!