segunda-feira, 1 de outubro de 2018

O “coiso” e os supostos religiosos

“Acho que é o momento mais delicado da vida política do Brasil. O 'coiso' é a barbárie, 'o coiso' é negar todos os direitos que nós conquistamos nas últimas décadas” – Presidenta Dilma Rousseff

Por: Eliseu

bolsonaro_coisoNesta perturbante e preocupante campanha eleitoral, onde temos o maior líder mundial mantido preso político, principalmente as mulheres brasileiras adjetivaram Bolsonaro como “o coiso”. Como é da natureza feminina, sempre muito delicadas, costumam “deixar baixo”, acabaram sendo benevolentes com bolsonaro (minúsculo mesmo). Na opinião deste blogueiro o indivíduo citado deveria ser qualificado com algo mais adequado como: demônio,666,besta, diabo, lúcifer belzebu, satanás, ardiloso, capeta, enganador e tantos outros que fica difícil discrimina-los aqui.

Sempre digo aqui que não gosto de me manifestar sobre assuntos pessoais e/ou religiosos. Este blog é essencialmente político! Infelizmente cada vez fica mais difícil separar tais assuntos da política.

Os evangélicos e católicos -em sua maioria- no seu desenfreado fanatismo parece que enlouqueceram de vez. Tenho recebido mensagens absurdas como: “Deus = 4 letras, família = 7 letras – Brasil = 6 letras – Total = 17 letras. Obs. se tirar Deus, fica 13!” E mais um monte de baboseiras que procuram sustentar na Bíblia como “Jair se levantou para defender o povo de Israel, Haddad foi citado duas vezes no mesmo texto como Hadadd e Hadade (sic…)”. Sequer sabem escrever. Entender um texto então… E isto está sendo compartilhado milhares de vezes nas principais redes sociais, em especial no privado do Facebook, e por pessoas que sequer conheço. Uma total falta de respeito por quem deveria dar o bom exemplo. Daí a serem manipulados por pseudo-pastores como os pilantras Marco Feliciano, Edir Macedo, Silas Malafaia, e outros grandes e pequenos  ratos que infelizmente ocuparam cada esquina do Brasil é apenas uma consequência. E uma desastrosa consequência que pode levar o País mais ainda para o caos que se encontra conduzindo-o à uma ditadura impossível de prever a duração. Para os que “esqueceram” a última durou 25 anos. Será que você que apoia “o coiso” pensou nisto? Será que viverá tempo suficiente para aprender a votar?

Hoje vi um texto no Facebook que tomo a liberdade de reproduzir abaixo: 

“Num misto de tristeza, lamento, desesperança, cansaço, sei lá... fui às lágrimas com esse texto:

"Aos meus familiares, amigos e conhecidos eleitores do Bolsonaro.

Quando foi que vocês se tornaram fascistas?
O que é que vocês precisam proteger derramando o sangue do seu irmão?
O que você sente ao imaginar a fala do seu candidato sendo realizada?
O que você sente ao apoiar o extermínio de indígenas, negros e homoafetivos?
Você reza para que seu familiar/amigo/vizinho gay morra em um acidente?
Você empresta seu cinto para que seu vizinho corrija seu filho afeminado com uma surra até a morte?
Você apoia o policial que confunde um guarda-chuva com arma e mata o trabalhador que está apenas esperando os filhos descerem do ônibus?
Qual é o seu papel nessa barbárie toda?
Quem é você na homenagem ao Carlos Alberto Brilhante Ustra?
O que desencapa o fio e dá o choque?
O que sufoca o torturado com um saco na cabeça?
O que leva as crianças pela mão pra assistirem a mãe sendo torturada. Ou o que alimenta os ratos que o torturador colocará nas genitais de mulheres? O que você sente ao imaginar isso? De que ângulo você mais gosta de assistir isso?
Quem é você no futuro educacional das crianças?
O que ensina elas a fazerem sinal de arma com as mãos ?
O que vota pelo congelamento dos investimentos na educação?
O que as mulheres representam pra você? E você mulher eleitora desse candidato o que você é?
Uma fraquejada?
Mão de obra barata?
Uma vagabunda incompetente?
Uma fábrica de criar desajustados?
O que te faz se conectar com um ser humano que quer o seu extermínio? Que pulsão de morte é essa?
O que te faz se sentir um ser superior e apoiar o extermínio das minorias (Nas quais você certamente está inserido)
Que parte de você se conecta com tanta violência, desumanidade e ódio?
Você vai dormir tranquilo dando o cargo de maior poder do seu país a um desajustado, incapacitado e violento que o que mais deseja é derramar sangue?
Eu pergunto a você meu familiar, amigo e conhecido eleitor desse sujeito. Aonde foi que você perdeu a humanidade?

By Polly Valéria"

ditaduraApenas lembrando aos desavisados e ignorantes da história recente que o Coronel do Exército Carlos Alberto Ustra, também conhecido pelo codinome de Dr.Tibiriçá, foi  chefe do DOI/CODI do II Exército de 1970 a 1974 sendo considerado o líder das torturas na ditadura militar. Que raios de candidato é esse que vocês, evangélicos e católicos fanáticos (existem raras exceções, é bom lembrar), apoiam? Sei que dificilmente lerão esta postagem, até pela dificuldade natural em interpretar um simples texto, portanto, mais difícil ainda lerem o post intitulado Conversas com Mr. DOPS. Dá uma “palinha” do que foi a última ditadura no Brasil. Pode acessar clicando no link em azul, ou aqui!

Deus ensina a torturar? a homofobia? o extermínio de índios? maltratar mulheres? Será que já não passou da hora de vocês reverem seus conceitos? Não sou religioso, mas até onde sei, Deus ensina exatamente o contrário. “Amai-vos uns aos outros”.

Fica aqui minha tristeza por ter tido a infelicidade de nascer e viver num País de pessoas tão ignorantes. Em todos os sentidos.

Com todo meu respeito a familiares e amigos evangélicos, reitero novamente que existem exceções, raras, mas existem!