segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Chuva pára São Paulo

Por: Eliseu
Serra, o homem que se dizia o mais preparado para governar o País, não conseguiu governar nem no estado de São Paulo. Obras principalmente viárias, super-faturadas, com o famoso Paulo Preto à frente foram sua marca registrada.
Hoje, mais uma vez São Paulo e algumas cidades da região pararam devido a pelo menos 29 pontos de alagamento. 
Às 17h40, dos 29 pontos de alagamento, 18 eram intransitáveis. Os principais pontos com acumulo de água eram a Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, nos dois sentidos, na altura da Rua Dianópolis e também na altura da Rua Francisco Falconi; a Avenida Celso Garcia, sentido bairro, na altura da Rua Pimenta Bueno; e o Viaduto Bresser, nos dois sentidos, na altura da Avenida Alcântara Machado.

Nos municípios de Santana de Parnaíba, Barueri, Osasco, Itapevi, Jandira, Carapicuíba e Cotia há possibilidade de queda de granizo. Segundo o CGE, a tendência é que as chuvas que atingem as cidades se desloquem para a capital paulista, com forte intensidade, aumentando ainda mais o número de pontos de alagamento. A continuidade destas chuvas no decorrer da noite e madrugada de hoje eleva os riscos de deslizamentos de terra. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é livre. Os comentários são de total responsabilidade dos seus remetentes, não representando necessariamente a minha opinião.
Todos os comentários serão publicados após moderados, mas os comentários anônimos nem sempre serão respondidos.
Porém, não serão tolerados spams, insultos, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.
Textos ofensivos ou que contenham agressão, discriminação, palavras ou expressões grosseiras e sem estarem inseridas no contexto, ou que de alguma forma incitem a violência ou transgridam leis e normas vigentes no Brasil serão excluídos.