sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Alemão chama a polícia porque não quer fazer sexo com a mulher

 No mínimo curioso esse caso.
A polícia alemã informou nesta terça-feira que recebeu um chamado no mínimo inusitado. Um homem da cidade de Waiblingen, distrito de Stuttgart, ligou para os policiais porque não queria mais fazer sexo com sua mulher.
De acordo com ele, apesar de recusar seguidamente as ofertas, ela continua insistindo e não o deixa dormir. O casal, que tem dois filhos, está junto há 18 anos, mas já não dorme na mesma cama há quatro. 
Embora o caso seja curioso, não é inédito no país europeu. Em 2006, a polícia de Aachen, oeste da Alemanha, foi acionada por uma mulher que acusava o marido de não cumprir suas obrigações conjugais.
Na ocasião, após meses sem nenhum contato físico, ela acordou no meio da madrugada e exigiu que o cônjuge satisfizesse suas necessidades sexuais. Frustrada por ter seu pedido negado, ela acionou os agentes, que nada puderam fazer.
O porta voz da polícia, Paul Kemen, explicou à época que os policiais não se sentiram capazes de resolver o caso. "O que eles puderam fazer foi abrir uma ocorrência para o caso de uma possível intervenção futura", disse.
Se a moda pega abaixo da linha do equador, onde o "sangue é quente", a polícia realmente ficará em apuros. E muitos homens também. Credo!
Fonte: Jornal do Brasil
         

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é livre. Os comentários são de total responsabilidade dos seus remetentes, não representando necessariamente a minha opinião.
Todos os comentários serão publicados após moderados, mas os comentários anônimos nem sempre serão respondidos.
Porém, não serão tolerados spams, insultos, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.
Textos ofensivos ou que contenham agressão, discriminação, palavras ou expressões grosseiras e sem estarem inseridas no contexto, ou que de alguma forma incitem a violência ou transgridam leis e normas vigentes no Brasil serão excluídos.