terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Mulher sobrevive a queda do 23.º andar

É uma daquelas histórias de sobrevivência que desafia a imaginação: em Buenos Aires, uma mulher caiu do 23.º andar de um edifício e sobreviveu. A queda foi amortecida por um táxi que acabava de parar à porta do Hotel Panamericano e cujo condutor saíra da viatura instantes antes, alertado pelos gritos da vítima e pela atitude de um policial que olhava para cima.
Espantosamente, este voo de 100 metros na vertical terminou com lesões graves, mas não fatais. Citado pelo site do jornal espanhol “El Mundo”, o diretor dos serviços médicos de emergência argentinos explicou que a mulher se encontra em “estado reservado”, com dupla fratura da bacia e um pneumotórax.

“Se não tenho saído do carro, morria”, desabafou o motorista do táxi à Rádio 10 argentina. “Primeiro,  a vi pendurada e achamos sempre que alguém vai resgatá-la. Mas depois, quando voltei a olhar, ela já vinha caindo.” A mulher, que, de acordo com o diário argentino “La Nación”, não era nem hóspede nem funcionária do hotel, despencou-se do 23.º andar do edifício, onde se localiza o spa da unidade hoteleira de cinco estrelas.

Do: Público.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é livre. Os comentários são de total responsabilidade dos seus remetentes, não representando necessariamente a minha opinião.
Todos os comentários serão publicados após moderados, mas os comentários anônimos nem sempre serão respondidos.
Porém, não serão tolerados spams, insultos, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.
Textos ofensivos ou que contenham agressão, discriminação, palavras ou expressões grosseiras e sem estarem inseridas no contexto, ou que de alguma forma incitem a violência ou transgridam leis e normas vigentes no Brasil serão excluídos.