sexta-feira, 10 de junho de 2011

Cidade inglesa admite estar despreparada para ataque de zumbis

A Prefeitura da cidade inglesa de Leicester admitiu estar despreparada para um eventual ataque de zumbis.

A admissão ocorreu devido ao pedido de um morador que se identificou como "cidadão preocupado".

Ele enviou uma carta à Prefeitura afirmando que um ataque do gênero seria uma possibilidade para a qual as autoridades deveriam estar preparadas.

"Os senhores poderiam por favor me informar quais as medidas adotadas em caso de uma invasão de zumbis?", escreveu o cidadão.

"Tendo visto vários filmes, está claro que as preparações para um evento deste são falhas, e as prefeituras do reino deveriam se precaver. Por favor, forneçam qualquer informação que vocês possuam", completou.

Prédios mal-assombrados

"Já tivemos alguns (pedidos) extravagantes antes, mas este provocou risos", disse a responsável pelo departamento de Comunicação da Prefeitura, Lynn Wyeth.

Ela disse ter respondido que não estava ciente de nenhum preparativo específico para um ataque de zumbis, mas afirmou que alguns elementos presentes nos planos emergenciais da prefeitura poderiam ser adaptados caso a situação ocorra.

Segundo ela, a Prefeitura já teve outras solicitações estranhas, como pedidos de informações sobre quais seriam os prédios mal-assombrados da cidade e sobre a ocorrência de atividades paranormais em Leicester.

"Isto pode parecer frívolo e uma perda de tempo (…) mas para alguns tem significado. Todos têm seus interesses e motivos para fazer este tipo de perguntas", afirmou Wyeth.

Por: BBC Brasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é livre. Os comentários são de total responsabilidade dos seus remetentes, não representando necessariamente a minha opinião.
Todos os comentários serão publicados após moderados, mas os comentários anônimos nem sempre serão respondidos.
Porém, não serão tolerados spams, insultos, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.
Textos ofensivos ou que contenham agressão, discriminação, palavras ou expressões grosseiras e sem estarem inseridas no contexto, ou que de alguma forma incitem a violência ou transgridam leis e normas vigentes no Brasil serão excluídos.