quinta-feira, 26 de abril de 2012

“Estamos compartilhando o crescimento”, afirma Dilma

Rio de Janeiro - RJ, 26/04/2012. Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de comemoração de 1 milhão e meio de beneficiados pelo Plano Brasil sem Miséria por meio da integração dos programas Renda Melhor, Cartão Família Carioca e Bolsa Família. Foto: Roberto Stuckert Filho/PRA presidenta Dilma Rousseff afirmou hoje (26) que o Brasil está compartilhando o crescimento econômico com toda a sociedade. Ao participar, no Rio de Janeiro, da cerimônia de comemoração de 1,5 milhão de beneficiados pela integração dos programas de transferência de renda do governo federal, do estado e do município, Dilma comentou declaração do prêmio Nobel de Economia Amartya Sen sobre o desenvolvimento brasileiro nos últimos anos.

“Ainda nesta semana, o prêmio Nobel de Economia, o indiano Amartya Sen afirmou algo que deve nos orgulhar, que deve trazer para nós uma consciência de muito orgulho, que a nova posição do Brasil no cenário global se deve ao reconhecimento da complementariedade entre crescimento rápido e política de justiça social. Ao afirmar isso, ele consegue sintetizar essa relação entre política interna e reconhecimento internacional”.

Segundo Dilma, Amartya Sen, um dos criadores do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), conseguiu sintetizar o modelo do crescimento econômico do Brasil.

“Por isso, quando ele diz que o Brasil encontrou uma maneira de fazer com que o crescimento fosse compartilhado amplamente pela população, eu também acho que esse indiano, que é o Amartya Sen, ele sintetiza o que nós fazemos, nós estamos compartilhando o crescimento, é isso que caracteriza o nosso crescimento, é um crescimento hoje compartilhado”, afirmou a presidenta.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, com a integração dos programas de transferência de renda do governo federal, do estado e do município, 1,5 milhão de pessoas saíram da situação de pobreza extrema no Rio de Janeiro. Para o pagamento dos benefícios do programa Bolsa Família, o governo federal deve repassar R$ 1 bilhão para o estado em 2012. Já o Renda Melhor, segundo o governo do Rio de Janeiro, garante um complemento ao Bolsa Família. O valor é calculado a partir das informações do Cadastro Único, considerando, além da renda declarada, as condições de moradia, e saneamento, e o grau de escolaridade de cada família.

No: Blog do Planalto

2 comentários:

  1. Ah!Ah!Nossa que coisa em?só esqueceu de partilhar as contas dos corruptos, eh!eh!,axo que falei de mais ou não, será?.
    Amigo Eliseu passando para te desejar um lindo fim de semana.
    Viiiiiiiiixi,vamos aguardar as maravilhas da nossa Presidenta nè?afinal ela trabalha e muito em?.
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amiga,
      Esse é o objetivo principal do blog. Gerar comentários e saber as opiniões, sejam favoráveis ou não à postagem. Você sabe que sua opinião é muito importante.
      Um abração,
      Eliseu.

      Excluir

Este espaço é livre. Os comentários são de total responsabilidade dos seus remetentes, não representando necessariamente a minha opinião.
Todos os comentários serão publicados após moderados, mas os comentários anônimos nem sempre serão respondidos.
Porém, não serão tolerados spams, insultos, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.
Textos ofensivos ou que contenham agressão, discriminação, palavras ou expressões grosseiras e sem estarem inseridas no contexto, ou que de alguma forma incitem a violência ou transgridam leis e normas vigentes no Brasil serão excluídos.