segunda-feira, 16 de abril de 2012

Por que a revista Veja é contra a CPMI do Cachoeira?

Presidente da Câmara lembra que comissão vai investigar relações de jornalistas com arapongas e indaga os porquês de a revista publicar matéria distorcendo a finalidade da apuração

marco-maiaO presidente da Câmara, Marco Maia (PT-SP), publicou nota questionando o motivo de a revista Veja do último final de semana apontar a comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) sobre o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, como uma cortina de fumaça. “Afinal, por que a revista Veja é tão crítica em relação à instalação desta CPMI? Por que a Veja ataca esta CPMI?”, indaga o deputado em nota publicada na noite de domingo (15) na página do PT na internet.

Maia entende que a reportagem “opinativa” partiu de um “ataque desrespeitoso e grosseiro contra minha pessoa” ao apontá-lo como um dos interessados em transformar a comissão parlamentar em uma estratégia para tirar o foco do julgamento do mensalão, que a mídia tradicional aposta que será realizado neste ano pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

No: Rede Brasil Atual

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é livre. Os comentários são de total responsabilidade dos seus remetentes, não representando necessariamente a minha opinião.
Todos os comentários serão publicados após moderados, mas os comentários anônimos nem sempre serão respondidos.
Porém, não serão tolerados spams, insultos, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.
Textos ofensivos ou que contenham agressão, discriminação, palavras ou expressões grosseiras e sem estarem inseridas no contexto, ou que de alguma forma incitem a violência ou transgridam leis e normas vigentes no Brasil serão excluídos.