terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Lula se diz preocupado com Mercosul e Unasul

No: Yahoo Notícias

lula_dilma_mercosul_unasulO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva transmitiu ao presidente do Uruguai, José Mujica, sua “preocupação” com as dificuldades de funcionamento dos blocos regionais Mercosul e Unasul, em uma reunião em Montevidéu, nesta segunda-feira - informou a presidência uruguaia.

Na reunião privada que durou várias horas na residência presidencial da capital, ambos conversaram sobre o andamento das negociações entre o Mercosul e a União Europeia.

Lula “sente e, eu diria, sofre com os problemas da nossa América do Sul, dos latino-americanos em geral. Tem profunda preocupação com as dificuldades que temos no funcionamento do Mercosul, da Unasul, do pouco que falamos entre os presidentes”, disse Mujica à Secretaria de Comunicação da Presidência.

“Está pedindo vontade política de nos aproximarmos para superar as dificuldades que temos e ver que temos uma agenda comum determinante. Está preocupado com o acordo do Mercosul com a Europa”, acrescentou.

Os dois presidentes falaram também de “pequenas coisas pendentes do Uruguai com o Brasil”.

O Brasil é o principal comprador de bens uruguaios, e tanto Lula quanto a atual presidente brasileira, Dilma Rousseff, mantêm uma estreita relação com Mujica.

Lula chegou ao Uruguai nesta segunda-feira à tarde e se reúne, na terça, com empresários uruguaios para promover negócios entre ambos os países.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é livre. Os comentários são de total responsabilidade dos seus remetentes, não representando necessariamente a minha opinião.
Todos os comentários serão publicados após moderados, mas os comentários anônimos nem sempre serão respondidos.
Porém, não serão tolerados spams, insultos, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.
Textos ofensivos ou que contenham agressão, discriminação, palavras ou expressões grosseiras e sem estarem inseridas no contexto, ou que de alguma forma incitem a violência ou transgridam leis e normas vigentes no Brasil serão excluídos.