quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Do Palácio das Princesas a ordem para prender Ricardo Antunes

No: Terra Brasilis |Publicação original em 2/8/2014

Publicado em 02/12/2012, por Talis Andrade

ditadura-policial

No dia 3 de outubro último, escrevia o jornalista Ricardo Antunes: “Esta semana, Lavareda jantou com o governador Eduardo Campos, e discutiu o cenário eleitoral local e de outras cidades”. No dia 5, Ricardo foi preso.

Impensável que o banqueiro, empresário e industrial Antônio Lavareda esteve em Palácio e não conversou com o governador a prisão do seu colega de profissão. Lavareda é bacharel em Jornalismo.

Que polícia ousa prender um jornalista no exercício da profissão sem avisar o governador? Principalmente quando esse jornalista era o único que fazia oposição ao governo. Isso num dia “D”, antevéspera das eleições municipais.

Que notícia, avaliada pela polícia em um milhão de dólares, tinha Ricardo Antunes para publicar,  e que poderia ter influência no pleito? Contra o governador Eduardo Campos? Contra o prefeito do Recife, aliado político João da Costa? Contra o candidato do governador e do prefeito o vitorioso Geraldo Júlio? Diz Lavareda que era contra ele.

Não é que aconteceu: sem querer, Ricardo Antunes noticiou a trama da sua própria prisão. Confira.

democracia-apatia-poder-ditadura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é livre. Os comentários são de total responsabilidade dos seus remetentes, não representando necessariamente a minha opinião.
Todos os comentários serão publicados após moderados, mas os comentários anônimos nem sempre serão respondidos.
Porém, não serão tolerados spams, insultos, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.
Textos ofensivos ou que contenham agressão, discriminação, palavras ou expressões grosseiras e sem estarem inseridas no contexto, ou que de alguma forma incitem a violência ou transgridam leis e normas vigentes no Brasil serão excluídos.